Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros

3 participantes

Ir para baixo

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros Empty (MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros

Mensagem por AEP Seg 03 Out 2016, 22:11


  • MOTORES DE 4 CILINDROS:



1. M 136 (SV) - produzido entre 1936 e 1957.

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros 250px-M_136

1,6 litros (1697 cilindradas).
1,7 litros (1767 cilindradas).

Foi utilizado no ano de 1936 nos chassis W136 (modelo 170V) e W28 (modelo 170H). Manteve-se em produção mesmo após a 2.ª guerra Mundial. O motor sucessor foi o M 121.

O chassi W136 foi construído até 1953 e o motor M 136 foi construído até 1957 e usado no chassi W120 (Modelo 180). O modelo 180 era equipado com uma versão restrita do motor M 121. O motor M 136 também foi usado no chassi W191.

O motor M 136 é refrigerado a água. As válvulas são dispostas verticalmente em linha no lado direito. A cambota de 3 rolamentos e bielas são feitas de aço forjado. O veio de excêntricos é acionado por uma corrente de rolos dupla. O motor tinha inicialmente um gaseificador de corrente ascendente (Solex 30 BFLVS). Mais tarde, nos modelos 170S/Sb (W 191) e 180 (W120), usava um carburador downdraft (Solex 32 PBJ).

O deslocamento foi inicialmente de 1697 cilindradas (73,5mm x 100mm). Em 1950, a cilindrada foi aumentada para 1767 (furo de 75 milímetros) e, portanto, a potência era de 38 a 45 CV. Nos modelos 170S/Sb ele alcançava 52 CV. Todas as versões tinham a compressão de 6,5: 1.

Fonte

2. M 121 (OHC) - produzido entre 1955 e 1968.

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros 250px-W110_M121_Motor

1,8 litros.
1,9 litros.
2,0 litros.

O motor predecessor foi o M 136 e o sucessor foi o M 115.

O motor M 121 foi usado em larga escala em carros, microônibus, caminhões pequenos e Unimogs da Mercedes-Benz.

O M 121 é derivado do motor de 6 cilindros M 180 de 1952, usado na Mercedes-Benz 220 e, em 1955, foi o primeiro motor usado no chassi W 121 (modelo 190) com 75 CV. O modelo 190 foi oferecido em paralelo com o modelo 180.

A principal diferença dos motores dos modelos 170 e 180 é a árvore de cames com acionamento através de uma cadeia de rolos duplex com óleo, barras de aperto hidráulicos e atuação da válvula através de seguidores de cames. O motor M 136 era um motor de válvula lateral com câmaras de combustão robustas, gerando um impacto negativo sobre o consumo.

Em 1961, o modelo W110 que adotava tal motor, teve a sua potência acrescida em 5 CV, atingindo 80 CV. No modelo 200 de 1965, o motor M 121 de 2,0 litros atingiu 95 CV. Pela primeira vez a Daimler-Benz adotou carburadores isobáricos Stromberg, cuja bobina deixava de ser acionada diretamente a partir do pedal do acelerador, mas indiretamente através de um vácuo de rastreamento. Os carburadores que foram usados ​​nos motores de 4 cilindros entre 1965 e 1968, foram muito criticados.

As primeiras versões do motor M 121 tinha apenas 3 mancais do virabrequim: na polia da frente entre os cilindros 2 e 3 e na parte de trás do volante. O acionamento do motor era, portanto, bastante áspero. A maior mudança no motor M 121 foi introduzida em 1965 nos modelos 200 com virabrequim de 5 rolamentos, fazendo o motor funcionar mais silencioso.

O potente motor M 115 com 95 CV do modelo /8 (W115) é uma modificação do M 121. No entanto, a Daimler-Benz adotou o novo tipo de motor a gasolina no modelo 220/8 e o deslocamento foi aumentado para 2,2 litros. Em 1974 expandiu-se novamente para 2,3 litros no modelo 230.

Veículos que adotaram o motor:



  • Classe SL (W121 B II):



190SL (W121 B II) - M 121 entre 1955 e 1963.



  • Kleiner Ponton 190 (W121):



Mercedes-Benz Ponton 190 (W121) - M 121 entre 1956 e 1961.



  • Kleiner Ponton 180 (W120):



Mercedes-Benz Ponton (W120) - M 121 entre 1957 e 1961.



  • Kleiner Heckflosse (W110):





  1. Mercedes-Benz Heckflosse 190 (W110) - M 121 entre 1961 e 1965.

  2. Mercedes-Benz Heckflosse 200 (W110) - M 121 entre 1965 e 1968.



Fonte

3. M 115 (OHC) - produzido entre 1968 e 1985.

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros 250px-Motorraum_MB_230



  1. M 115 V20, cilindros com 87mm x 83,6mm, 1988 cilindradas e 94/95 CV.

  2. M 115 V22, cilindros com 87mm x 92,4mm, 2197 cilindradas e 105 CV.

  3. M 115 V23, cilindros com 93,75mm x 83,6mm, 2307 cilindradas e 109/120 CV.



O motor predecessor é o M 121 e o sucessor é o M 102.

Os motores a gasolina com 2,0 e 2,3 litros foram montados nos modelos [url=tel:200/220/230]200/220/230[/url] (W115) até o anos de 1976. Foram também usados nos modelos 200/230 (W123 até 1976), Classe G230 (W460 entre 1979 e 1985), vans modelo 408/409 (T2 - "Düsseldorfer Transporter" de 1968) e modelos 208/308 (T1 - "Bremen vans" de 1977).

O motor é o sucessor ligeiramente modificado do motor M 121 e tem na cabeça do cilindro uma contracorrente de liga de alumínio e uma cambota de 5 rolamento em um bloco de ferro fundido. A árvore de cames (DOHC) é impulsionada por uma cadeia de rolo e operada por balancins com 2 válvulas por cilindro. Nos modelos 200/230 (W123 de 1980), o motor M 115 foi substituído pelo M 102 com cabeça de cilindro de fluxo cruzado.

Fonte

4. M 102 - produzido entre 1980 e 1996.

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros 250px-Mercedes-Benz_230E_Engine

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros 220px-M102_2



  • Motores com carburação e 4 válvulas por cilindros:





  1. M 102 V20 - 102.921, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 90 CV e 165 Nm a 2500 rpm, produzido entre 1982 e 1984. Usado no modelo 190 W201.

  2. M 102 V20 - 102.938, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 86 CV, produzido entre 1982 e 1984. Usado no modelo 190 W201.

  3. M 102 V20 - 102.924, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 105 CV e 170 Nm a 2500 rpm, produzido entre 1984 e 1986. Usado no modelo 190 W201.

  4. M 102 V20 - 102.924, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 109 CV e 165 Nm a 3000 rpm, produzido entre 1986 e 1988. Usado no modelo 190 W201.

  5. M 102 V20 - 102.924, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 105 CV e 160 Nm a 3000 rpm, produzido entre 1986 e 1988 - com conversor catalítico de 3 vias. Usado no modelo 190 W201.

  6. M 102 V20 - 102.924, 2,0 litros, 1996 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 89,0mm, 105 CV e 165 Nm a 3000 rpm, produzido entre 1988 e 1989. Usado no modelo 190 W201.

  7. M 102 V20 - 102.924, 2,0 litros, 1996 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 89,0mm, 102 CV e 160 Nm a 3000 rpm, produzido entre 1988 e 1989 - com conversor catalítico de 3 vias. Usado no modelo 190 W201.

  8. M 102 V20 - 102.924, 2,0 litros, 1996 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 89,0mm, 102 CV e 160 Nm a 3000 rpm, produzido entre 1988 e 1989 - com conversor catalítico de 3 vias. Usado no modelo 190 W201

  9. M 102 V20 - 102.924, 2,0 litros, 1996 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 89,0mm, 102 CV e 158 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1989 e 1991 - com conversor catalítico de 3 vias. Usado no modelo 190 W201.

  10. M 102 V20 - 102.920, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 109 CV e 170 Nm a 3000 rpm, produzido entre 1980 e 1986. Usado no modelo 200 S/W123.

  11. M 102 V20 - 102.939, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 101 CV, produzido entre 1980 e 1985. Usado no modelo 200 S/W123

  12. M 102 V20 - 102.922, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 109 CV e 170 Nm a 3000 rpm, produzido entre 1985 e 1986. Usado no modelo 200 S/W124.

  13. M 102 V20 - 102.922, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 109 CV e 165 Nm a 3000 rpm, produzido entre 1986 e 1989. Usado no modelo 200 S/W124.

  14. M 102 V20 - 102.922, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 105 CV e 160 Nm a 3000 rpm, produzido entre 1986 e 1990 - com conversor catalítico de 3 vias. Usado no modelo 200 S/W124.

  15. M 102 V20 - 102.922, 2,0 litros, 1996 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 89,0mm, 105 CV e 158 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1989 e 1990 - com conversor catalítico de 3 vias. Usado no modelo 200 S/W124.

  16. M 102 V23 - 102.944, 2,3 litros, 2299 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 95,5mm, 109 CV e 174 Nm a 2000 rpm, produzido entre 1986 e 1989. Usado no modelo 230 G W461.





  • Motores com injeção e 4 válvulas por cilindros:





  1. M 102 E18 - 102.910, 1,8 litros, 1797 cilindradas, cilindros com 72,2mm x 89,0mm, 109 CV e 150 Nm a 3700 rpm, produzido entre 1990 e 1993, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 1.8 (W201).

  2. M 102 E20 - 102.962, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 122 CV e 178 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1982 e 1986, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E (W201).

  3. M 102 E20 - 102.962, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 118 CV e 172 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1985 e 1988 - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E (W201).

  4. M 102 E20 - 102.962, 2,0 litros, 1996 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 89,0mm, 122 CV e 178 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1988 e 1991, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E (W201).

  5. M 102 E20 - 102.962, 2,0 litros, 1996 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 89,0mm, 118 CV e 172 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1988 e 1991 - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E (W201).

  6. M 102 E20 - 102.962, 2,0 litros, 1996 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 89,0mm, 122 CV e 175 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1991 e 1993 - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 2.0 (W201).

  7. M 102 E20 - 102.963, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 122 CV e 178 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1985 e 1989, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado nos modelos 200E (S/W124).

  8. M 102 E20 - 102.963, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 118 CV e 172 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1985 e 1989 - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado nos modelos 200E (S/W124).

  9. M 102 E20 - 102.963, 2,0 litros, 1996 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 89,0mm, 118 CV e 172 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1989 e 1992, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado nos modelos 200E (S/W124).

  10. M 102 E20 - 102.964, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 122 CV e 178 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1986 e 1991 para o mercado italiano, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 200GE (W460).

  11. M 102 E20 - 102.964, 2,0 litros, 1997 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 89,0mm, 118 CV e 172 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1986 e 1991 para o mercado italiano - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 200GE (W460).

  12. M 102 E20 - 102.965, 2,0 litros, 1996 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 89,0mm, 118 CV e 172 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1990 e 1994 para o mercado italiano - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado nos modelos 200GE e G200 (W463).

  13. M 102 E23 - 102.961, 2,3 litros, 2299 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 95,5mm, 113 CV, produzido entre 1983 e 1984 para o mercado EUA - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 2.3 (W201).

  14. M 102 E23 - 102.985, 2,3 litros, 2298 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 95,5mm, 122 CV, produzido entre 1984 e 1986 para o mercado EUA - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 2.3 (W201).

  15. M 102 E23 - 102.985, 2,3 litros, 2298 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 95,5mm, 136 CV e 205 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1986 e 1991, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 2.3 (W201).

  16. M 102 E23 - 102.985, 2,3 litros, 2298 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 95,5mm, 132 CV e 198 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1986 e 1991 - com conversor catalítico de 3 vias para os EUA até 1993, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 2.3 (W201).

  17. M 102 E23 - 102.985, 2,3 litros, 2298 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 95,5mm, 136 CV e 200 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1991 e 1993 - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 2.3 (W201).

  18. M 102 E23 - 102.980, 2,3 litros, 2299 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 95,5mm, 136 CV e 205 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1980 e 1986, injeção Bosch K-Jetronick. Usado nos modelos 230E (C/S/W/VF123).

  19. M 102 E23 - 102.982, 2,3 litros, 2299 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 95,5mm, 132 CV e 198 Nm a 3500 rpm, produzido entre 1985 e 1989 - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado nos modelos 230E (C/S/W/VF124).

  20. M 102 E23 - 102.981, 2,3 litros, 2299 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 95,5mm, 125 CV e 192 Nm a 4000 rpm, produzido entre 1982 e 1985, injeção Bosch K-Jetronick. Usado no modelo 230G (W460).

  21. M 102 E23 - 102.987, 2,3 litros, 2298 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 95,5mm, 125 CV e 192 Nm a 4000 rpm, produzido entre 1986 e 1991, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 230G (W460).

  22. M 102 E23 - 102.987, 2,3 litros, 2298 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 95,5mm, 122 CV e 188 Nm a 4000 rpm, produzido entre 1986 e 1991 - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 230G (W460).

  23. M 102 E23 - 102.979, 2,3 litros, 2298 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 95,5mm, 122 CV e 188 Nm a 4000 rpm, produzido entre 1992 e 1996 - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 230G (W461).

  24. M 102 E23 - 102.989, 2,3 litros, 2298 cilindradas, cilindros com 80,2mm x 95,5mm, 126 CV e 190 Nm a 4000 rpm, produzido entre 1990 e 1994 - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado nos modelos 230G e G230 (W463).





  • Motores com injeção e 4 válvulas por cilindros:





  1. M 102 E23/2 - 102.983, 2,3 litros, 2299 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 95,5mm, 185 CV e 235 Nm a 4500 rpm, produzido entre 1983 e 1987, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 2.3-16 (W201).

  2. M 102 E23/2 - 102.983, 2,3 litros, 2299 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 95,5mm, 177 CV e 230 Nm a 4750 rpm, produzido entre 1985 e 1988, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 2.3-16 (W201).

  3. M 102 E23/2 - 102.983, 2,3 litros, 2299 cilindradas, cilindros com 80,25mm x 95,5mm, 170 CV e 220 Nm a 4750 rpm, produzido entre 1985 e 1988 - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 2.3-16 (W201).

  4. M 102 E25/2 - 102.990, 2,5 litros, 2498 cilindradas, cilindros com 87,2mm x 95,5mm, 204 CV e 240 Nm a 5000/5500 rpm, produzido entre 1988 e 1993, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 2.5-16 (W201).

  5. M 102 E25/2 - 102.990, 2,5 litros, 2498 cilindradas, cilindros com 87,2mm x 95,5mm, 195 CV e 235 Nm a 5000/5500 rpm, produzido entre 1988 e 1993 - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 2.5-16 (W201).

  6. M 102 E25/2 - 102.991, 2,5 litros, 2463 cilindradas, cilindros com 82,8mm x 97,3mm, 204 CV e 240 Nm a 5000/5500 rpm, produzido em 1989, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 2.5-16 Evolution (W201).

  7. M 102 E25/2 - 102.991, 2,5 litros, 2463 cilindradas, cilindros com 82,8mm x 97,3mm, 195 CV e 235 Nm a 5000/5500 rpm, produzido em 1989 - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 2.5-16 Evolution (W201).

  8. M 102 E25/2 - 102.992, 2,5 litros, 2463 cilindradas, cilindros com 82,8mm x 97,3mm, 235 CV e 245 Nm a 5000/6000 rpm, produzido em 1990 - com conversor catalítico de 3 vias, injeção Bosch KE-Jetronick. Usado no modelo 190E 2.5-16 Evolution II (W201).



O motor predecessor foi o M 115 e o sucessor foi o M 111.

O motor foi usado pela primeira vez no ano de 1980 nos modelos 200 e 230E da W123 em substituição ao motor M 115. A formação da mistura é realizada através do carburador ou por uma injeção de combustível Bosch K-Jetronic.

A Daimler-Benz tinha grandes esperanças no motor Wankel no final da década de 1960 e, com isso, perdeu-se muito tempo no desenvolvimento de motores a gasolina modernos. 

O M 115 foi introduzido em 1976 no chassi W123 usando muitas peças ultrapassadas do motor anterior. A única exceção foi, inicialmente, o M 123, um motor recém-desenvolvido para a W123, de 6 cilindros a gasolina. Só no ano de 1980 que a Mercedes-Benz adotou o moderno M 102, com cabeça de cilindro de fluxo cruzado e menor consumo de combustível combinado com uma melhor curva de torque.

O motor é mais leve e mais potente que o antecessor M 115. O bloco do motor é de ferro fundido, paredes mais finas e estrutura mais rígida se comparado aos M 115. Pesa 10 kg a menos. A cabeça de cilindro em liga leve tem válvulas em forma de V (2 por cilindro) comandadas por uma árvore de cames central via balancins.

No chassi W124, o sistema com compensação de folga da válvula hidráulica foi modernizado. A cadeia de temporização simples foi substituída por uma corrente dupla.

Em 1993, o motor M 102 teve sua produção encerrada e foi substituído pelo motor M 111. A razão importante de fim da produção foi a de que o motor M 102 não poderia ser fabricado com o mesmo equipamento dos motores à diesel.

O motor M 102 E25/2:

No Salão Internacional do Automóvel do ano de 1983, a Mercedes-Benz apresentou o modelo 190E 2.3-16. O motor M 102/2 era baseado no motor de 4 cilindros já usado no modelo 230e. Este foi novo projeto em parceria com a Cosworth, adotando 4 válvulas por cilindro. Os pistões foram forjados, um eixo de manivela especial mais rígido, comando de válvulas feito em ferro fundido e tuchos mais rígidos. Com a introdução do modelo 190E, foi usado o motor 2,5-16 com corrente dupla mais durável. O modelo 190E 2,5-16 Evolution foi uma edição limitada produzida em 1989 (502 unidades) e serviu como um modelo de homologação para o campeonato DTM. No ano de 1990, a Mercedes-Benz lançou o modelo 190E 2,5-16 Evolution II e foram produzidas apenas 502 unidades. Tecnicamente, o motor M 102 E 25/2 foi ainda modificado para atender às demandas das provas de corrida.

Fonte

5. M 111 - produzido entre 1992 e 2006.

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros Eja00h

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros 250px-M111E18_1_Motor



  1. M 111 E 18, 1,8 litros, 1799 cilindradas, cilindros com 85,3mm x 78,7mm, 122 CV e 170 Nm a 4200 rpm (produzido entre 1993 e 1997).

  2. M 111 E 18, 1,8 litros, 1799 cilindradas, cilindros com 85,3mm x 78,7mm, 122 CV e 170 Nm a 3700 rpm (produzido entre 1997 e 2000).

  3. M 111 E 20 EVO, 2,0 litros, 1998 cilindradas, cilindros com 89,9mm x 78,7mm, 129 CV e 185 Nm a 3500 rpm (produzido entre 2000 e 2002).

  4. M 111 E 20, 2,0 litros, 1998 cilindradas, cilindros com 89,9mm x 78,7mm, 129 CV e 186 Nm a 3600 rpm (produzido entre 1996 e 2006).

  5. M 111 E 20, 2,0 litros, 1998 cilindradas, cilindros com 89,9mm x 78,7mm, 136 CV e 190 Nm a 4000 rpm (produzido entre 1992 e 1997).

  6. M 111 E 20, 2,0 litros, 1998 cilindradas, cilindros com 89,9mm x 78,7mm, 136 CV e 190 Nm a 3700 rpm (produzido entre 1997 e 2000).

  7. M 111 E 20 ML, 2,0 litros com compressor, 1998 cilindradas, cilindros com 89,9mm x 78,7mm, 180 CV e 250 Nm a 2500/4800 rpm (produzido entre 1995 e 1996).

  8. M 111 E 20 ML, 2,0 litros com compressor, 1998 cilindradas, cilindros com 89,9mm x 78,7mm, 192 CV e 270 Nm a 2500/4800 rpm (produzido entre 1996 e 2000).

  9. M 111 E 20 ML EVO, 2,0 litros com compressor, 1998 cilindradas, cilindros com 89,9mm x 78,7mm, 163 CV e 230 Nm a 2500/4800 rpm (produzido entre 2000 e 2004).

  10. M 111 E 22, 2,2 litros, 2199 cilindradas, cilindros com 89,9mm x 86,6mm, 150 CV e 210 Nm a 4000 rpm (produzido entre 1992 e 1996).

  11. M 111 E 23, 2,3 litros, 2199 cilindradas, cilindros com 90,9mm x 88,4mm, 143 CV e 210 Nm a 4000 rpm (produzido entre 1996 e 1999).

  12. M 111 E 23, 2,3 litros, 2199 cilindradas, cilindros com 90,9mm x 88,4mm, 143 CV e 215 Nm a 3500 rpm (produzido entre 1999 e 2006).

  13. M 111 E 23, 2,3 litros, 2199 cilindradas, cilindros com 90,9mm x 88,4mm, 143 CV e 215 Nm a 3500 rpm (produzido entre 1999 e 2006).

  14. M 111 E 23, 2,3 litros, 2199 cilindradas, cilindros com 90,9mm x 88,4mm, 150 CV e 220 Nm a 3700 rpm (produzido entre 1995 e 1997).

  15. M 111 E 23, 2,3 litros, 2199 cilindradas, cilindros com 90,9mm x 88,4mm, 150 CV e 220 Nm a 3800 rpm (produzido entre 1997 e 2000).

  16. M 111 E 23 ML, 2,3 litros com compressor, 2199 cilindradas, cilindros com 90,9mm x 88,4mm, 193 CV e 280 Nm a 2500/4800 rpm (produzido entre 1995 e 2000).

  17. M 111 E 23 ML EVO, 2,3 litros com compressor, 2199 cilindradas, cilindros com 90,9mm x 88,4mm, 197 CV e 280 Nm a 2500/5000 rpm (produzido entre 2000 e 2004).



O motor predecessor é o M 102 e o sucessor é o M 271.

O motor M 111 usa tecnologia de 4 válvulas por cilindro e injeção controlada eletronicamente. Comparado com o seu antecessor, houve menor consumo de combustível e maior torque.

Trouxe economia na fabricação, posto que podia ser fabricado no mesmo equipamento que o motor Diesel.

Foi o primeiro motor de 4 cilindros da Mercedes-Benz equipado em larga escala com cabeça de cilindro de 4 válvulas (no M 102 apenas no modelos 190E-2.3-16 e 190E-2.5-16 Evo II). Adota árvores de cames duplas impulsionadas por uma corrente de rolos e válvulas através de braços, acionadas por um chicote. A maioria das versões do M 111 também teve um ajuste de 2 fases da árvore de cames de admissão para efeito de controle de emissão de gases. A tecnologia de 4 válvulas em combinação com o controle eletrônico do motor trouxe (em comparação com o M 102) substancial economia de combustível e melhorias de desempenho. Em 1995, foi apresentado o modelo revisto da série M 111. Assim, a Mercedes-Benz passou a ter também um motor de 1,8 litros e um de 2,0 litros com injeção de combustível que empregava o sistema com medidor de massa de ar quente. Ambas as unidades adotaram veio de excêntricos ajustáveis durante a operação de admissão.

A Mercedes-Benz ainda adotou no modelo C230 Kompressor a nova tecnologia de compressão no motor M 111, com sua apresentação no ano de 1995. Menor consumo, mais potência e torque 25% maior.

O motor M 111 EVO:

No ano de 2000, o motor foi completamente redesenhado com mais de 150 componentes alterados. Passou a se chamar M 111 EVO.

Veículos que adotaram o motor:



  • Classe C (S/W202):





  1. C180 (W202) - M 111 E 18 entre 1993 e 2000.

  2. C180 (S/W202) - M 111 E 20 EVO entre 2000 e 2001.

  3. C200 (W202) - M 111 E 20 entre 1993 e 2000.

  4. C200 K (W202 apenas para exportação) - M 111 E 20 ML entre 1995 e 2000.

  5. C200 K (S/W202) - M 111 E 20 ML EVO entre 2000 e 2001.

  6. C220 (W202) - M 111 E 22 entre 1993 e 1996.

  7. C230 (W202) - M 111 E 23 entre 1996 e 1997.

  8. C230 K (W202) - M 111 E 23 ML entre 1995 e 2000.





  • Classe C (S/W203):





  1. C180 (W203) - M 111 E 20 EVO entre 2000 e 2002.

  2. C200 K (W203) - M 111 E 20 ML EVO entre 2000 e 2002.





  • Classe C Sportcoupé (CL203):





  1. C180 (CL203) - M 111 E 20 EVO entre 2001 e 2002.

  2. C200 K (CL203) - M 111 E 20 ML EVO entre 2001 e 2002.

  3. C230 K (CL203) - M 111 E 23 ML EVO entre 2001 e 2002.





  • Classe CLK (A/C208):





  1. CLK200 (A/C208) - M 111 E 20 entre 1997 e 2000.

  2. CLK200 K (A/C208 apenas para exportação) - M 111 E 20 ML entre 1997 e 2000.

  3. CLK200 K (A/C208) - M 111 E 20 ML EVO entre 2000 e 2003.

  4. CLK230 K (A/C208) - M 111 E 23 ML entre 1997 e 2000.

  5. CLK230 K (A/C208) - M 111 E 23 ML EVO entre 2000 e 2003.





  • Classe SLK (R170):





  1. SLK200 (R170) - M 111 E 20 entre 1996 e 2000.

  2. SLK200 K (apenas para exportação) - M 111 E 20 ML entre 1996 e 2000.

  3. SLK200 K - M 111 E 20 ML EVO entre 2000 e 2004.

  4. SLK230 K - M 111 E 23 ML entre 1996 e 2000.

  5. SLK230 K - M111 E 23 ML EVO entre 2000 e 2004.





  • Classe E (A/C/S/W124):





  1. 200E - M 111 E 20 entre 1992 e 1993.

  2. E200 - M 111 E 20 entre 1993 e 1997.

  3. 220E - M 111 E 22 entre 1992 e 1993.

  4. E220 - M 111 E 22 entre 1993 e 1997.





  • Classe E (S/W210):





  1. E200 - M 111 E 20 entre 1995 e 2000.

  2. E200 K (apenas para exportação) - M 111 E 20 ML entre 1997 e 2000.

  3. E200 K - M 111 E 20 ML EVO entre 2000 e 2003.

  4. E230 - M 111 E 23 entre 1995 e 1998.





  • Classe ML (W163):





  1. ML230 - M 111 E 23 entre 1997 e 2000.





  • Classe V - Vito (W638):





  1. V200 Vito 113 - M 111 E 20 entre 1996 e 2003.

  2. V230 Vito 114 - M 111 E 23 entre 1996 e 2003.



Fonte

6. M 133 - produzido desde 2013 (Mercedes-AMG).

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros 250px-Mercedes-Benz_Motor_133

Este é um revolucionário motor de 4 cilindros 2,0 litros com 1991 cilindradas.

O M 133 foi apresentado no modelo A45 AMG (W176) em junho de 2013 na 3.ª geração do Classe A. A produção é feita na MDC Power GmbH em Kölleda. É considerado o motor de 4 cilindros mais potente produzido em massa e foi previamente instalado para testes e aprovação no Mitsubishi Lancer Evolution X.

O motor do lançamento em 2013 atingia 360 CV cm 450 Nm e 2250/5000 rpm. Desde 2015 a potência foi alterada para 381 CV a 475 Nm e 2250/5000 rpm.

No ponto de funcionamento ideal do motor, ele atinge um consumo específico de combustível de 234 g/kWh. A pressão máxima eficaz é de 28 Bar.

Para alcançar a alta potência específica, o motor foi adaptado para pressões de combustão mais elevadas de até 150 Bar. A taxa de compressão é de 8,6: 1.

O cárter do motor tem um design de convés fechado e é feito de liga de alumínio AlSi7Mg. A cabeça do cilindro é feita de liga de alumínio AlSi10MgZr, em que um aumento na condutividade térmica foi conseguida por adição de zircônio.

O controle da troca gasosa é feito através de 4 válvulas por cilindro e sobrecarga dupla, impulsionado por um eixo de comando da corrente de distribuição.

Além disso, o mecanismo de manivela com um virabrequim de aço forjado (44MnSiVS6) com pistas de indução endurecida, adota virabrequim de ferro com mancais e pistões forjados a partir de uma liga de metais específica com anéis de pistão otimizados para diminuir o atrito e peso. O motor pesa 147,8 kg.

O percurso de ar à partir da entrada de ar nos cilindros é concebido para ser muito curto, com um comprimento total de menos de 1,2 metros. Isso permite uma resposta espontânea. O motor está equipado com um turbocompressor twin-scroll em que a obtenção de torque ocorre rapidamente, mesmo em baixas rotações. A pressão máxima de carga é de 1,8 Bar em relação à pressão atmosférica. O arrefecimento do ar de admissão é efetuado indiretamente por meio de um circuito de refrigeração de baixa temperatura em separado.

O motor pertence à família BlueDIRECT com injeção direta guiada por pulverização com injetores piezo nas 4 câmaras de combustão. Quando o motor está quente, é injetado até 3 vezes mais combustível por ciclo. Na fase de aquecimento do motor, são aplicadas até 5 injeções por ciclo para reduzir as emissões de partículas.

O sistema de arrefecimento é baseado principalmente no adotado no modelo SLS AMG com motor M 159. Mas foi ampliado para incluir um circuito de baixa temperatura para o resfriamento do ar de admissão e água. Os refrigeradores de água são percorridos pelo líquido usando uma bomba elétrica através do intercooler de série. O arrefecimento do óleo da caixa está acoplado ao lado do motor com um radiador adicional.




  1. M 133 DE 20 AL, 2,0 litros, 1991 cilindradas, 360 CV e 450 Nm a 2250/5000 rpm, produzido entre agosto de 2013 e agosto de 2015. Usado nos modelos A45 AMG (W176), CLA45 AMG (C117) e GLA45 AMG (X156).

  2. M 133 DE 20 AL, 2,0 litros, 1991 cilindradas, 381 CV e 450 Nm a 2250/5000 rpm, produzido desde setembro de 2015. Usado nos modelos A45 AMG (W176), CLA45 AMG (C/X117) e GLA45 AMG (X156).


Fonte

7. M 166 e M 266 (Classe A chassi V/W168 e Classes A/B chassis C/W169 e T245).

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros 2d0c11x

O motor sucessor é o M 270.

O motor M 166 de 4 cilindros em linha foi construído em 1997 para o Classe A (W/V168) e Vaneo (W414) desde 2001. O motor M 266 é parcialmente um sucessor por ser em grande medida idêntico e construído à partir de 2004 para ser adotado nos modelos Classe A e B.

Com o lançamento dos novos Classe A e B à partir de 2011 e 2012, arquitetura antiga de chassis "sanduíche" que comportava tais motores, deixou de existir. Assim, adotou-se o novo motor M 270.

O motor M 166 adota 8 válvulas e sistema OHC. 



  • Motor M 166:



(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros 250px-Escn0065



  1. M 166 E 14 (166.940) - 1,4 litros, 1397 cilindradas, 82 CV e 130 Nm a 3750 rpm. Usado nos modelos Classe A (V/W168) e Vaneo (W414).

  2. M 166 E 16 RED (166.960) - 1,6 litros, 1598 cilindradas, 82 CV e 140 Nm a 2500 rpm. Usado nos modelos Classe A (V/W168) e Vaneo (W414).

  3. M 166 E 16 (166.960) - 1,6 litros, 1598 cilindradas, 102 CV e 150 Nm a 4000 rpm. Usado nos modelos Classe A (V/W168) e Vaneo (W414).

  4. M 166 E 19 (166.990) - 1,9 litros, 1898 cilindradas, 125 CV e 180 Nm a 4000 rpm. Usado no modelo Classe A (V/W168).

  5. M 166 E 21 (166.995) - 2,1 litros, 2084 cilindradas, 140 CV e 205 Nm a 4000 rpm. Usado no modelo Classe A (W168).



A Mercedes-Benz chegou a planejar uma versão com turbocompressor de 200 CV. Mas não foi lançada por causa das dimensões do veículo.

A potência é transmitida para o eixo dianteiro em 3 transmissões diferentes:

- 5 velocidades com transmissão manual.
- 5 velocidades com conversor de torque automático.
- AKS.



  • Motor M 266:


(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros 250px-Emt-gas-5



  1. M 266 E 15 (266.920) - 1,5 litros, 1498 cilindradas, 95 CV e 140 Nm a 3500/4000 rpm. Usado nos modelos Classe A150/160 (C/W169).

  2. M 266 E 17 (266.940) - 1,7 litros, 1699 cilindradas, 116 CV e 155 Nm a 3500/4000 rpm. Usado nos modelos Classe A170/180 (C/W169) e B170/180 (T245).

  3. M 266 E 20 (266.960) - 2,0 litros, 2034 cilindradas, 136 CV e 185 Nm a 3500/4000 rpm. Usado nos modelos Classe A200 (C/W169) e B200 (T245).

  4. M 266 E 20 AL (266.980) - 2,0 litros, 2034 cilindradas, 193 CV e 280 Nm a 1800/4850 rpm. Usado nos modelos Classe A200T (C/W169) e B200T (T245).



A potência é transmitida para o eixo dianteiro em 3 transmissões diferentes:

- 5 velocidade com transmissão manual.
- 6 velocidades com transmissão manual.
- CVT automático.

Fonte

8. M 266 (Classe A chassi C/W169 e Classe B chassi T245) - produzido entre 2004 e 2012.

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros 2qith8w



  1. M 266 E 15 - 1,5 litros, 1498 cilindradas, 2 válvulas por cilindro, 95 CV e 140 Nm a 3500 rpm (Classe A150 chassi C/W 169 e Classe B150 chassi T245).

  2. M 266 E 17 - 1,7 litros, 1699 cilindradas, 2 válvulas por cilindro, 116 CV e 155 Nm a 3500 rpm (Classe A170/180 chassi C/W 169 e Classe B170/180 chassi T245).

  3. M 266 E 20 - 2,0 litros, 2034 cilindradas, 2 válvulas por cilindro, 136 CV e 185 Nm a 3500 rpm (Classe A200 chassi C/W 169 e Classe B200 chassi T245).

  4. M 266 E 20 AL - 2,0 litros Turbo, 2034 cilindradas, 2 válvulas por cilindro, 192 CV e 280 Nm a 1800/4800 rpm (Classe A200 Turbo chassi C/W169 e Classe B200 Turbo chassi T245).



9. M 270 e M 274 - produzidos desde 2011 (informações serão aferidas ante conflito das fontes).

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros 2evvhab



  1. M270 DE 16 AL - 1,6 litros Turbo, 1595 cilindradas, 4 válvulas por cilindro, 122 CV e 200 Nm a 1250/4000 rpm (Classe A180 chassi W176 e Classe B180 chassi W246).

  2. M270 DE 16 AL - 1,6 litros Turbo, 1595 cilindradas, 4 válvulas por cilindro, 156 CV e 250 Nm a 1250/4000 rpm (Classe A200 chassi W176, Classe B200 chassi W246 e Classe C180 chassis W204 e W205).

  3. M270 DE 16 AL - 1,6 litros Turbo, 1595 cilindradas, 4 válvulas por cilindro, 184 CV (Classe C200 chassi W204 e W205, Classe E200 chassi W212 e Classe SLK 200 chassis R172).

  4. M270 DE 20 AL - 2,0 litros Turbo, 1995 cilindradas, 4 válvulas por cilindro, 211 CV (Classe A250 chassi W176, Classe CLA 250 chassi C117 , Classe GLA 250 chassi X156, Classe C250 chassi W204 e W205, Classe B250 chassi W246, Classe SLK 250 chassis R172 e GLC 250 classe X256).

  5. M270 DE 20 AL - 2,0 litros Turbo, 1995 cilindradas, 4 válvulas por cilindro, 252 CV (Classe C300 chassi W204 e W205, Classe E300 chassi W212 e Classe SLK 300 chassis R172).



Os motores M270 e M274 são quase idênticos, com turbo e adotam o sistema de injeção direta de combustível. O M270 é transversal e instalado na plataforma MFA. O M274 é instalado nos modelos com tração traseira desde junho 2012.

São motores com injeção direta e múltipla; ajuste de árvore de cames totalmente variável na admissão e escape; bomba de óleo, bomba de água comutável e alta compressão - 10,3: 1 (apesar de sobrealimentação) que conferem uma resposta imediata do turbocompressor e sistema start-stop rápido e confortável.

São motores de alumínio com 2 eixos de cames e com tecnologia similar aos motores BlueDIRECT-V adotados desde 2010 na Classe S.

O sistema de injeção direta com a combustão guiada por spray foi uma inovação da Mercedes-Benz (sistema de terceira geração). A pressão do sistema é de até 200 Bar e é regulado de acordo com a pressão otimizada no MAP. Os bicos injetores piezelétricos permitem a melhor formação da mistura e até 5 injeções por ciclo. O sistema de multi-ignição de faísca assegura uma mistura otimizada. O resultado é um excelente uso de combustível com emissões mínimas. Em conjunto com o ajuste contínuo das árvores de cames de admissão e escape direto, a limpeza do sistema também é alcançada.

Por uma sobreposição parcial dos tempos das válvulas de admissão e escape, a entrada de ar frio e saída do ar quente resultam no enchimento substancialmente melhor dos cilindros em comparação com o funcionamento convencional. Além disso, o turbocompressor aumenta o fluxo de massa na linha de escape, conferindo respostas de aceleração mais rápidas e o "atraso do turbo" é evitado. A injeção direta assegura, ainda, que o ar fresco não se misture quando entra no cilindro com o combustível (como seria o caso em motores de injeção com coletor de admissão). Isso faz com que não haja perdas de eliminação de gasolina não queimada no coletor de escape.

10. M 271 - produzido desde 2002.

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros 16hsh0



  1. M 271 DE 18 - 1,8 litros com compressor, 1796 cilindradas, 4 válvulas por cilindro, 156 CV e 250 Nm a 1600/4200 rpm (Classe C180 CGI até 2009).

  2. M 271 DE 18 AL - 1,8 litros com compressor, 1796 cilindradas, 4 válvulas por cilindro, 184 CV e 270 Nm a 1800/4600 rpm (Classes C200 CGI e E200 CGI).

  3. M 271 DE 18 AL - 1,8 litros com compressor, 1796 cilindradas, 4 válvulas por cilindro, 204 CV e 310 Nm a 200/4300 rpm (Classes C250 CGI e E250 CGI).



A Mercedes-Benz produziu ainda o motor M 271 EVO que adotou um turbocompressor, em vez de um compressor.


Fontes gerais:


Fonte1


Fonte2
avatar
AEP
Usuário Platina
Usuário Platina

Masculino Mensagens : 17010
Data de inscrição : 05/08/2012
Idade : 49

Ir para o topo Ir para baixo

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros Empty Re: (MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros

Mensagem por betowayne Ter 04 Out 2016, 09:27

Muito legal essa ilustração AEP, da para ver toda a evolução dos motores ao longo do tempo.
betowayne
betowayne
Usuário Prata
Usuário Prata

Masculino Mensagens : 250
Data de inscrição : 20/01/2016
Idade : 56

Ir para o topo Ir para baixo

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros Empty Re: (MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros

Mensagem por walter paiva Ter 04 Out 2016, 11:34

Show AEP! Muito bom.

_________________
Walter
Administrador
Equipe Portal Mercedes Brasil

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros Spinne10
walter paiva
walter paiva
Administrador
Administrador

Masculino Mensagens : 10201
Data de inscrição : 05/08/2012

Ir para o topo Ir para baixo

(MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros Empty Re: (MOTORES A GASOLINA): Especificações, tipos e dados técnicos dos motores de 4 cilindros

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo

- Tópicos semelhantes

 
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos