(W/V/V-B140): Ficha técnica

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

(W/V/V-B140): Ficha técnica

Mensagem por AEP em Ter 19 Abr 2016, 10:35

Em março de 1991, a Mercedes-Benz apresentou sua nova geração da Classe S (internamente nominada W140), durante o Salão Internacional do Automóvel de Genebra/Suíça.



O projeto incorporou os elementos estilísticos típicos e tradicionais da marca, o que manteve a aparência visual com outros modelos da marca.

Pela primeira vez, a estrela da Mercedes-Benz não foi posicionada no topo da grade do radiador, mas um pouco para trás, sobre o capô. O objetivo do design da nova geração era alcançar um alto grau de aerodinâmica e, ao mesmo tempo, praticidade.





Tal como aconteceu com a W126, a Mercedes-Benz ofereceu a versão de chassi longo (internamente nominada V140), com 100 mm a mais de entre-eixos. 

Para a motorização, foram disponibilizados 4 tipos, com unidade V6, V8 e V12.

O V12 foi o primeiro motor com tal capacidade feito pela marca para um automóvel de passageiros e o mais potente até então (408 CV).

A nova Classe S contou com uma série de outros detalhes que fez dela uma pioneira para a fabricação de automóveis com responsabilidade ambiental. Não usava mais gás CFC e os componentes plásticos utilizados eram recicláveis. Em 1992, a Classe S recebeu o prêmio de Proteção da camada de Ozônio pela agência de proteção ambiental dos EUA.





Protótipo 1985:



Protótipo 1986:





Em termos de segurança ativa, o modelo ficou conhecido por sua excepcional estabilidade, mesmo em pisos irregulares, baixa sensibilidade a vento cruzado e direção precisa e ágil. 

O sistema de freios para os modelos V8 e V12 trouxe uma inovação fundamental. Ao distribuir mais energia de frenagem para as rodas traseiras, foi possível melhorar a resistência do sistema e reduzir o desgaste dos freios das rodas dianteiras.





A segurança passiva trouxe uma série de melhorias destinadas a reduzir os riscos no pontos de impacto em potencial, bem como proteção adicional a terceiros.













Os vidros eram duplos, maximizando o conforto e segurança. Com isso, eram menos suscetíveis ao embaçamento, condensação, isolamento térmico e acústico.

Os retrovisores externos eram rebatíveis e elétricos. Adotou-se 2 hastes metálicas extensíveis (balizas) nos para-lamas traseiros (uma à esquerda e outra à direita) para auxiliar o motorista nas manobras e cálculo de distâncias e obstáculos em manobras. Apenas 2 segundos após engatar a marcha ré, as hastes de 65 mm de comprimento eram acionadas de forma pneumática. Após 8 segundos de desengate da marcha ré, eram recolhidas.

No Salão Internacional do Automóvel de Paris/França em outubro de 1992, o modelo 300 SE de 2.8 litros e os modelos 300 SD foram apresentados, adicionando-se à linha, 2 variantes mais baratas e econômicas. A 300 SD atraiu uma atenção especial, pois até então era exportado apenas para os EUA e passou a ser disponibilizado na Alemanha. A 300 SD era dotada de um motor de 3.5 litros, 6 cilindros com turbocompressor (o mesmo usado da W126), mas com uma revisão que resultou em uma potência de 150 CV.

A 300 SE de 2.8 litros, era dotada de 6 cilindros em linha (M104) e injeção direta de combustível. 

Os motores V8 e V12 apresentados nesse Salão de Paris/França, foram atualizados, incorporando tecnologias que visavam  menores emissões.

Em junho de 1993, as designações dos modelos foram alteradas. A letra S foi agora colocado antes do número de 3 dígitos e os sufixos E, D e L foram retirados. A 500 SE, por exemplo, tornou-se a S 500 e, de acordo com o novo sistema de nomenclatura, a 600 SEL foi renomeada S 600. Mas as mudanças mais significativas foram em renomear os modelos de 4.2 litros de 6 cilindros. Em vez dos números utilizados até aquele momento (que eram arredondados), passou-se a adotar os valores reais de deslocamento. Assim, a 300 SE, por exemplo, tornou-se a S 320 e a 300 SD tornou-se S 350 Turbodiesel. 

Além dessas mudanças, os 2 modelos de 3.2 litros receberam uma série de melhorias técnicas. O motor foi substituído por uma versão revista, com um coletor de admissão de ressonância variável e um sistema de injeção direta com sensor de fluxo de ar quente. Estas melhorias permitiram um aumento no torque em rotações mais baixas do motor. O consumo de combustível foi reduzido.

O modelo sedan também era disponibilizado na versão blindadas para a motorização V8 de 5.0 litros ou o V12 de 6.0 litros. A produção de ambos os modelos blindados começou em fevereiro de 1992.


  • Dados técnicos do modelo 300SD - após junho de 1993 S350 TurboDiesel (W140 D 35 A):


Produzido entre setembro de 1990 e março de 1994.

Chassi: 140.164.

Motor a Diesel, OM603 D 35 A (603.971), 6 cilindros em linha, 3.449 cilindradas e 150 CV.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.










  • Dados técnicos do modelo 300SE 2.8 - após junho de 1993 S280 (W140 E 28):


Produzido entre setembro de 1992 e março de 1994.

Chassi: 140.028.

Motor a gasolina, M104 E 28 (104.944), 6 cilindros em linha, 2.799 cilindradas e 193 CV.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.








  • Dados técnicos do modelo 300SE - após junho de 1993 S320 (W140 E 32):


Produzido entre janeiro de 1991 e março de 1994.

Chassi: 140.032.

Motor a gasolina, M104 E 32 (104.990), 6 cilindros em linha, 3.199 cilindradas e 231 CV.

Motor a gasolina, M104 E 32 (104.994), 6 cilindros em linha, 3.199 cilindradas e 231 CV.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.
















  • Dados técnicos do modelo 300SEL - após junho de 1993 S320 chassi longo (V140 E 32):


Produzido entre janeiro de 1991 e março de 1994.

Chassi: 140.033.

Motor a gasolina, M104 E 32 (104.990), 6 cilindros em linha, 3.199 cilindradas e 231 CV.

Motor a gasolina, M104 E 32 (104.994), 6 cilindros em linha, 3.199 cilindradas e 231 CV.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.








  • Dados técnicos do modelo 400SE - após junho de 1993 S420 (W140 E 42):


Produzido entre agosto de 1990 e março de 1994.

Chassi: 140.042.

Motor a gasolina, M119 E 42 (119.971), 8 cilindros em V, 4.196 cilindradas e 286 CV.

Motor a gasolina, M119 E 42 (119.994), 8 cilindros em V, 4.196 cilindradas e 279 CV desde setembro de 1992.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.






  • Dados técnicos do modelo 400SEL - após junho de 1993 S420 chassi longo (V140 E 42):


Produzido entre agosto de 1990 e março de 1994.

Chassi: 140.043.

Motor a gasolina, M119 E 42 (119.971), 8 cilindros em V, 4.196 cilindradas e 286 CV.

Motor a gasolina, M119 E 42 (119.994), 8 cilindros em V, 4.196 cilindradas e 279 CV desde setembro de 1992.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.






  • Dados técnicos do modelo 500SE - após junho de 1993 S500 (W140 E 50):


Produzido entre julho de 1990 e março de 1994.

Chassi: 140.050.

Motor a gasolina, M119 E 50 (119.970), 8 cilindros em V, 4.973 cilindradas e 326 CV.

Motor a gasolina, M119 E 50 (119.970), 8 cilindros em V, 4.973 cilindradas e 320 CV desde setembro de 1992.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.






  • Dados técnicos do modelo 500SEL - após junho de 1993 S500 chassi longo (V140 E 50):


Produzido entre julho de 1990 e março de 1994.

Chassi: 140.051.

Motor a gasolina, M119 E 50 (119.970), 8 cilindros em V, 4.973 cilindradas e 326 CV.

Motor a gasolina, M119 E 50 (119.970), 8 cilindros em V, 4.973 cilindradas e 320 CV desde setembro de 1992.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.














  • Dados técnicos do modelo 600SE - após junho de 1993 S600 (W140 E 60):


Produzido entre outubro de 1990 e março de 1994.

Chassi: 140.056.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.980), 12 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 408 CV.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.980), 12 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 394 CV desde setembro de 1992.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.






  • Dados técnicos do modelo 600SEL - após junho de 1993 S600 chassi longo (V140 E 60):


Produzido entre agosto de 1990 e março de 1994.

Chassi: 140.057.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.980), 12 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 408 CV.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.980), 12 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 394 CV desde setembro de 1992.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.
















  • Dados técnicos do modelo 500SEL - após junho de 1993 S500 blindada (V/B140 E 50 B6):


Produzido entre fevereiro de 1992 e março de 1994.

Chassi: 140.051.

Motor a gasolina, M119 E 50 (119.970), 8 cilindros em V, 4.973 cilindradas e 326 CV.

Motor a gasolina, M119 E 50 (119.970), 8 cilindros em V, 4.973 cilindradas e 320 CV desde setembro de 1992.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.










  • Dados técnicos do modelo 600SEL - após junho de 1993 S600 blindada (V/B140 E 60 B6):


Produzido entre fevereiro de 1992 e março de 1994.

Chassi: 140.057.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.980), 8 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 408 CV.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.980), 8 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 394 CV desde setembro de 1992.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.

No Salão Internacional do Automóvel de Genebra/Suíça em março de 1994, o modelo foi reapresentado com modificações estilísticas discretas. Uma série de detalhes conferiram ao modelo uma aparência mais "leve" e mais dinâmica, embora as dimensões externas não tenham alterado. O desenho o desenho dos faróis e do radiador foram alterados. Os faróis adotaram refletores de foco variáveis que aumentaram a saída de luz em 60%.





As versões de 6 e 8 cilindros receberam uma grade do radiador nova e os modelos V12 tiveram a grade alterada com barras transversais cromadas e uma moldura maior.

Na traseira, a parte baixa da tampa do porta-malas ficou mais arredondada, no estilo do modelo coupé. As lanternas ficaram com um visual com impressão mai ampla.

A partir de maio de 1995, o sistema "PARKTRONIC" foi incorporado como opcional, salvo nos modelos V12 que era de série. Assim, as hastes/balizas metálicas deixaram de existir.

Uma série de melhorias técnicas foram adotadas em setembro de 1995 para os modelos V8  e V12. Uma nova transmissão automática de 5 velocidades com conversor de torque. O consumo de combustível para os modelos V8 e V12 foi reduzido em 7% e as emissões em 40%.













Em setembro 1995 foi incorporado o sistema ESP como opcional para todos os modelos V8. No V12, era de série.

No Salão Internacional do Automóvel de Frankfurt/Alemanha de de setembro de 1995 foi lançada a S600 Pullman com chassi longo. Desenvolvida para ser uma limousine e equipados com tecnologia de proteção especial, este veículo continuou uma longa tradição da Mercedes-Benz. O modelo media 6.213 mm de comprimento e erai, portanto, exatamente um metro maior do que a S600 longa. A versão Pullman também foi oferecida nos modelos S500 e S600 sem blindagem. As primeiras unidades de ambas as variantes foram produzidas em agosto de 1996.

As versões blindadas estavam disponíveis para o motor V8 de 5.0 litros e o motor V12 de 6.0 litros. A produção de ambos os modelos blindados começou em fevereiro de 1992.

Em junho de 1996, o modelo recebeu novas melhorias. A transmissão automática de 5 velocidades e conversor de torque também estava disponível para os modelos de 6 cilindros. O ASR se tornou equipamento básico para os modelos de 6 cilindros. Outras inovações foram os airbags laterais de série para o condutor e passageiro da frente em todos os modelos, sensores de assento ocupado para operar os airbags frontais do passageiros, sensor de chuva inteligente que controlava o intervalo do limpador de acordo com o volume de pulverização de água no para-brisas e redes para bagagem nos pés do passageiro da frente. Os faróis de xênon com lavador eram opcionais. 

Externamente, houve ligeiras modificações em junho de 1996. A cor da carroceria passou a ser única ao contrário de antes que havia um contraste nas placas plásticas laterais e para-choques.





Além dessas melhorias, em junho de 1996 a S350 Turbodiesel foi substituída pela S300 Turbodiesel, com 177 CV e emissões e consumo de combustível menores. A transmissão automática de 5 velocidades tornou-se padrão na S300 Turbodiesel.

A partir de dezembro de 1996, os modelos S280 e S320 com transmissão automática poderia ser equipado com o ESP. Uma inovação teve sua estréia mundial, o "Brake Assist", que foi integrado como item de série nas R129 e W140 em dezembro de 1996.

Em março de 1997, a versão de chassi longo S500 landaulet foi produzida para o Vaticano.







Sistema APS:







No Salão Internacional do Automóvel de Paris/França em setembro de 1998, a Classe S sucessora foi apresentada: A W220 após um período de 7 anos e meio da W140. 

A produção em série da W140 na fábrica de Sindelfingen já havia parado nesse momneto e apenas as versões blindadas e as Pullman continuaram em produção.

Até setembro de 1998, um total de 406.532 unidades sedans tinham sido produzidas, das quais, 28.101 unidades eram Diesel.

A saída de linha do modelo foi estampada no "Frankfurter Allgemeine Zeitung" de 25 de agosto de 1998.


  • Dados técnicos do modelo S350 TurboDiesel (W140 D 35 A):


Produzido entre março de 1994 e agosto de 1996.

Chassi: 140.134.

Motor a Diesel, OM603 D 35 A (603.971), 6 cilindros em linha, 3.449 cilindradas e 150 CV.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S300 TurboDiesel (W140 D 30 LA):


Produzido entre junho de 1995 e agosto de 1998.

Chassi: 140.135.

Motor a Diesel, OM606 D 30 LA (606.960), 6 cilindros em linha, 2.996 cilindradas e 177 CV.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S280 (W140 E 28):


Produzido entre março de 1994 e agosto de 1998.

Chassi: 140.028.

Motor a gasolina, M104 E 28 (104.944), 6 cilindros em linha, 2.799 cilindradas e 193 CV.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S320 (W140 E 32):


Produzido entre março de 1994 e setembro de 1998.

Chassi: 140.032.

Motor a gasolina, M104 E 32 (104.944), 6 cilindros em linha, 3.199 cilindradas e 231 CV.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S320 chassi longo (V140 E 32):


Produzido entre março de 1994 e setembro de 1998.

Chassi: 140.033.

Motor a gasolina, M104 E 32 (104.944), 6 cilindros em linha, 3.199 cilindradas e 231 CV.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S420 (W140 E 42):


Produzido entre março de 1994 e agosto de 1998.

Chassi: 140.042.

Motor a gasolina, M119 E 42 (119.971), 8 cilindros em V, 4.196 cilindradas e 279 CV.

Motor a gasolina, M119 E 42 (119.981), 8 cilindros em V, 4.196 cilindradas e 279 CV desde setembro de 1995.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S420 chassi longo (V140 E 42):


Produzido entre março de 1994 e setembro de 1998.

Chassi: 140.043.

Motor a gasolina, M119 E 42 (119.971), 8 cilindros em V, 4.196 cilindradas e 279 CV.

Motor a gasolina, M119 E 42 (119.981), 8 cilindros em V, 4.196 cilindradas e 279 CV desde setembro de 1995.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S500 (W140 E 50):


Produzido entre março de 1994 e agosto de 1998.

Chassi: 140.050.

Motor a gasolina, M119 E 50 (119.970), 8 cilindros em V, 4.973 cilindradas e 320 CV.

Motor a gasolina, M119 E 50 (119.980), 8 cilindros em V, 4.973 cilindradas e 320 CV desde setembro de 1995.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S500 chassi longo (V140 E 50):


Produzido entre março de 1994 e setembro de 1998.

Chassi: 140.051.

Motor a gasolina, M119 E 50 (119.970), 8 cilindros em V, 4.973 cilindradas e 320 CV.

Motor a gasolina, M119 E 50 (119.980), 8 cilindros em V, 4.973 cilindradas e 320 CV desde setembro de 1995.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S600 (W140 E 60):


Produzido entre março de 1994 e julho de 1998.

Chassi: 140.056.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.980), 12 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 394 CV.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.982), 12 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 394 CV desde setembro de 1995.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S600 chassi longo (V140 E 60):


Produzido entre março de 1994 e setembro de 1998.

Chassi: 140.057.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.980), 12 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 394 CV.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.982), 12 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 394 CV desde setembro de 1995.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S500 chassi longo laudaulet (V140 E 50):


Produzido em março de 1997.

Chassi: 140.057.

Motor a gasolina, M119 E 50 (119.980), 8 cilindros em V, 4.973 cilindradas e 320 CV.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S500 chassi longo blindada (V/B 140 E 50 B6/B7):


Produzido entre janeiro de 1994 e 2000.

Chassi: 140.051.

Motor a gasolina, M119 E 50 (119.970), 8 cilindros em V, 4.973 cilindradas e 320 CV.

Motor a gasolina, M119 E 50 (119.980), 8 cilindros em V, 4.973 cilindradas e 320 CV desde setembro de 1995.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S600 chassi longo blindada (V/B 140 E 60 B6/B7):


Produzido entre janeiro de 1994 e 2000.

Chassi: 140.057.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.980), 12 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 394 CV.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.982), 12 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 394 CV desde setembro de 1995.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S500 Pullman limousine (V 140 E 50 Pullman):


Produzido entre setembro de 1997 e 2000.

Chassi: 140.051.

Motor a gasolina, M119 E 50 (119.980), 8 cilindros em V, 4.973 cilindradas e 320 CV.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S600 Pullman limousine (V 140 E 60 Pullman):


Produzido entre julho de 1996 e 2000.

Chassi: 140.057.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.982), 12 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 394 CV.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.


  • Dados técnicos do modelo S600 Pullman limousine blindada - versão especial (V/B 140 E 60 Pullman):


Produzido entre março de 1995 e 2000.

Chassi: 140.057.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.980), 12 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 394 CV.

Motor a gasolina, M120 E 60 (120.982), 12 cilindros em V, 5.987 cilindradas e 394 CV desde setembro de 1995.

Capacidade do tanque de combustível: 100 litros.

Fontes:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

_________________
Anderson
Equipe Portal Mercedes Brasil
Sempre leia: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Josué 24:15

AEP
Moderador
Moderador

Masculino Mensagens : 11187
Data de inscrição : 05/08/2012
Idade : 43

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum